Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 21, 2016

SINCERAMENTE, EU GOSTARIA DE VOLTAR

SINCERAMENTE, EU GOSTARIA DE VOLTAR

Brincar de boi, de mãos ao alto, de se esconder no mato, caçar rolinha com baladadeira (que aqui se chama estilingue, e tem o cabo de plástico, sem a poesia do cabo de pau cortado no mato a canivete), pegar fogos depois de estourados, tomar banho na chuva, nas poças d'água ou nos barreiros e voltar com os olhos vermelhos, queimando de febre sezão, levar uma pisa de cipó, fazer um escândalo danado e no outro dia fazer tudo outra vez. Sair correndo girando um pneu de bicicleta, varar lona de circo, jogar peteca (que aqui é bola de gude e não tem a emoção do "bila ou casa" nem de apostar cacholeta, quando não tinha nada para apostar), montar cavalo feito de talo de carnauba, colecionar papel de bombom ou carteira de cigarro (os mais baratos como o BB e Continental sem filtro valiam menos, Minister valia mais.
Brincar de balanço feito de cipó, amarrar galhos de "relógio" pelos caminhos e rir vendo os outros tropeçar. Armar fojo p…